terça-feira, novembro 03, 2009

Indulgência para Fiéis Defuntos

Na comemoração do dia dos fiéis defuntos, os que visitarem piedosamente uma igreja ou oratório podem aplicar uma indulgência plenária às almas do purgatório. Tal indulgência poderá ser obtida no próprio dia ou, com o consentimento do bispo, no domingo anterior ou posterior, ou na solenidade de Todos os Santos.

A indulgência está incluída na Constituição apostólica Indulgencia doctrina na norma número 15. Como indica o procedimento para obter qualquer indulgência plenária, é necessário rezar um Pai Nosso, um credo, uma ave-maria e um Glória pelas intenções do Santo Padre. Também se deve realizar a confissão sacramental, a comunhão eucarística e a oração pelas intenções do Sumo Pontífice.

Com uma só confissão sacramental, podem-se ganhar várias indulgências plenárias; ao contrário, com uma só comunhão eucarística e uma oração pelas intenções do Sumo Pontífice só se ganha uma indulgência plenária.

As três condições podem ser cumpridas alguns dias antes ou depois da execução da obra prescrita: mas convém que a comunhão e a oração pelas intenções do Sumo Pontífice se realizem no mesmo dia em que se cumpre a obra. O fiel poderá rezar qualquer outra fórmula, segundo sua piedade e devoção.