terça-feira, janeiro 19, 2010

2009 analisado por D. José Policarpo

Em entrevista ao Programa ECCLESIA, com transmissão no dia 31 de Dezembro, o Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, comenta alguns acontecimentos que marcaram a vida da sociedade e da Igreja Católica durante o ano de 2009.
O Patriarca de Lisboa comenta o debate em torno do casamento entre pessoas do mesmo sexo, certo de que “há matérias que não são referendáveis”. “O referendo é um instituto político, que não compete sequer à Igreja pedi-lo, a meu ver”. Mas se houver referendo, “pela nossa palavra e pelo nosso diálogo, esclareceremos os cristãos e toda a gente que quiser ouvir-nos das nossas razões. No caso, de um voto não”.
Nesta entrevista à ECCLESIA, D. José Policarpo comenta também o actual momento da democracia portuguesa, a “minoria do Governo” que “dá ao Parlamento uma intervenção e um poder que não tinha na maioria absoluta”, desafiando os representantes do povo a “uma responsabilidade acrescida de porem sempre o bem de Portugal acima dos interesses partidários”.
A resposta da Igreja Católica, nomeadamente na diocese de Lisboa, à crise económica e social, através do projecto “Igreja Solidária”, a necessidade de um estudo sócio-pastoral do patriarcado e a visita do Papa Bento XVI a Portugal são temas também abordados por D. José Policarpo.
Veja a entrevista na íntegra aqui.